ABVTEX lança nova fase de programa focado em fornecedores

Instituto C&A em 8 de maio de 2018

Governança, inovação e transparência. Essas três características fundamentais para o desenvolvimento sustentável da indústria da moda incentivaram a adoção do Projeto Evolução do Programa de Certificação ABVTEX. Lançado em 2010, o Programa representa uma ferramenta bem-sucedida para apoiar o combate ao trabalho análogo ao escravo e o trabalho infantil na cadeia de fornecimento das varejistas signatárias. E, de uma forma bem estruturada, o Programa estabelece diretrizes para a adoção de ações de responsabilidade social na cadeia de fornecimento das varejistas. Agora, a iniciativa está ganhando novas dimensões e trabalhará com quatro grandes objetivos: reconhecimento internacional, comunicação e transparência, desenvolvimento da cadeia de valor, relações governamentais e advocacy.    

Edmundo Lima, diretor executivo da ABVTEX, ressalta que as empresas varejistas signatárias do Programa olham com maior profundidade e abrangência suas cadeias produtivas.  “Acreditamos que o lançamento do projeto lá atrás foi um marco muito importante no monitoramento de fornecedores e subcontratados. Agora, queremos melhorar e otimizar os processos, desenvolvendo novas ações e uma parceria com um organismo internacional de verificação, ampliando a transparência de informações.”  

O Projeto Evolução do Programa ABVTEX, que terá duração de 18 meses, conta com o financiamento do Instituto C&A, bem como de empresas do varejo associadas à ABVTEX, como Calvin Klein Jeans, Cia.Hering, Centauro, GEP, GPA, Marisa, Pernambucanas, Renner, Reserva, Riachuelo e Zara.  

Para Giuliana Ortega, diretora executiva do Instituto C&A, para mudar realmente o cenário do setor, é necessário o trabalho conjunto de diversas marcas. “Estamos apoiando o programa da ABVTEX porque ele conseguiu unir concorrentes para trabalharem juntos em algo comum. Ou seja, trouxe cooperação num ambiente altamente competitivo. Além disso, a questão de melhorar as condições de trabalho através da transparência conversa diretamente com um dos grandes objetivos do Instituto neste ano.”