Lab da moda no #InspiraMais

Manoela Vianna em 22 de janeiro de 2018

Você provavelmente já ouviu que a cadeia da moda é muito complexa e dispersa, um ambiente de condições para impactos negativos tanto sociais quanto ambientais. Para responder os desafios desta indústria, está em curso o Laboratório da Moda Sustentável – Por um setor no vestuário mais sustentável e justo. A iniciativa foi um dos temas apresentados neste mês durante o Inspira Mais, evento que reuniu 6.000 pessoas entre fabricantes têxteis e produtores de calçados, bolsas e acessórios.

A conversa sobre o laboratório contou com Luciana Campello (Instituto C&A), Paulo Muçouçah (OIT – Brasil), Edmundo Lima (Abvtex), Luiza Medeiros (Abit) e Lucilene Dancinguer (Reos Partners).  O Laboratório da Moda é uma iniciativa multi stakeholder que busca abordar e transformar os principais desafios do setor de vestuário no Brasil. “Tentamos trazer toda diversidade do sistema porque só assim vamos conseguir atuar nesta indústria, Lucilene Dancinguer.  

“Os desafios da indústria, como as condições de trabalho análogas às de escravo, são muito complexos. Não é apenas um segmento que pode dar conta. Precisamos de diferentes olhares e diversos esforços. ”

Luciana Campello, Instituto C&A

Edmundo Lima explicou que a Abvtex faz parte desta parceria porque é preciso promover a articulação dos diversos elos da cadeia e no laboratório há representantes de todos. Segundo ele, já ficou claro que atuar isoladamente não tem ajudado na busca por mais sustentabilidade no setor, é preciso criar uma grande aliança entre todos os elos.  Paulo Muçouçah também destacou a preocupação da OIT com as condições de trabalho na indústria. Para que aconteçam melhorias, temos que atuar com toda a cadeia e não só com as oficinas de costuras e empregadores. Luciana Campello reforçou as falas dos participantes afirmando que a colaboração está na essência do trabalho do Instituto C&A para transformar a indústria da moda: “Os desafios da indústria, como as condições de trabalho análogas às de escravo, são muito complexos. Não é apenas um segmento que pode dar conta. Precisamos de diferentes olhares e diversos esforços.

O laboratório da Moda segue a metodologia da Teoria U, um conjunto de ferramentas e práticas para abordagem de problemas complexos com a criação de soluções inovadoras. Os 35 participantes do Laboratório já construíram possíveis cenários para a indústria no Brasil e hoje estão divididos em cinco grupos de trabalho para formular iniciativas. A premissa coletiva é de que é possível construir um futuro diferente com uma moda mais justa. 

Para saber mais sobre o Laboratório da Moda clique aqui