desFAZ quer inverter ordem de consumo

by Instituto C&A on Fev 17, 2017

Após quatro meses, o Lab Inovação na Cadeia da Moda foi encerrado com o Demoday, no dia 6 de fevereiro, premiando as três iniciativas que mais se destacaram durante o projeto: desFAZ, Banco de Tecido e Modelaggio.

O Lab foi uma parceria nossa com a Social Good Brasil para incentivar e reconhecer empreendedores sociais que buscam soluções para uma moda mais justa e sustentável. Durante o programa, os profissionais participaram de oficinas, workshops e encontros presenciais, e receberam mentoria de voluntários da C&A sobre o setor.

Para Aline Cereja, representante da desFAZ, ganhadora do Demoday, seu projeto é uma forma de inverter a ordem de consumo:

“Sempre gostei de moda e quis trabalhar com isso, mas nunca me encaixei nesse mundo glamoroso. Quando conheci pessoas que atuavam com o setor de maneira sustentável, eu me encontrei. E assim, me conectando com profissionais que tinham o mesmo propósito, nasceu a DesFAZ. A ideia foi criar uma plataforma em que clientes podem fazer pedidos a marcas que trabalham com moda consciente e essas empresas só então começam a produção dos artigos. Dessa forma, invertemos a ordem de consumo e contribuímos para que essa relação seja mais justa. A inspiração e o desejo de criar e articular formas alternativas de produção e consumo de moda já existiam, e o lab possibilitou a construção da plataforma como ela é hoje. Testamos, experimentamos, mudamos e ajustamos cada ponto. A mentoria sem dúvida foi o ponto alto do trabalho. Conhecemos mais sobre esse setor e não ficamos na bolha das nossas ideias. Estamos radiantes com a premiação e agora é hora de colocar a mão na massa. O investimento-semente será usado para criarmos a plataforma e montarmos a equipe para fazer o projeto rodar. O sonho só está começando”, diz Aline Cereja, uma das idealizadoras da plataforma DesFAZ, junto com Daniel Caminha.

Comunidade de empreendedores sociais

“O Instituto C&A é nosso parceiro desde que éramos somente uma ideia, em 2012, e, ao longo desse tempo, fomos construindo uma relação muito sólida. O lab foi mais uma oportunidade que tivemos para apoiá-los a criar uma comunidade de empreendedores sociais focados na cadeia da moda”, afirma Carolina de Andrade, diretora executiva da Social Good Brasil.

Foto: Aline Cereja (desFAZ), Rafael Luz (mentorvoluntário) e Daniel Caminha (desFAZ) / Bruna De Biasi