Irrigando ideias para melhorar a vida no campo

A parceria da C&A Foundation com a Aga Khan Foundation está levando soluções tecnológicas e autossustentáveis para os pequenos produtores de algodão na Índia. Dinesh Natalia, técnica em extensão rural do Programa de Apoio Rural Aga Khan Índia, explica como o acesso ao crédito e a redução do risco de financiamento para produtores rurais estão acelerando a produção sustentável de algodão e mudando vidas.

“Os pequenos produtores rurais de algodão na Índia lutam para tirar o seu sustento e o de suas famílias de suas terras. Eles enfrentam muitas dificuldades, desde variações climáticas e oscilação dos preços no mercado até o ciclo de dívidas causado pela dependência de insumos caros. Como técnica em extensão rural, eu ajudo os produtores a aumentar sua renda e melhorar seus meios de subsistência por meio da nossa iniciativa de irrigação por gotejamento, que combina um simples ajuste tecnológico com uma solução financeira autossustentável.

Primeiro, a tecnologia. Comparada às técnicas tradicionais de irrigação, o gotejamento economiza água e mão de obra e aumenta a produtividade. Uma vez feito o investimento inicial, essa técnica de irrigação reduz custos, aumenta a renda e libera tempo dos agricultores para outras atividades. Ela é particularmente eficiente em áreas propensas a secas. Um dos agricultores com quem trabalho, Vishram Makwhana, diz ter feito mais colheitas com menos água desde que instalou a irrigação por gotejamento. Ele agora passa seu tempo livre trabalhando como pedreiro e tratorista e usa a renda extra para manter seus dois filhos na escola.

Esse sistema é transformador para os produtores rurais com quem trabalho. Entretanto, instalá-lo custa o equivalente à renda anual típica de um pequeno proprietário rural. O governo oferece subsídios para ajudar, mas os agricultores ainda têm que investir uma quantia razoável. Na prática, isso significa que a opção só está disponível para propriedades maiores e exclui pequenos produtores e agricultores em situação de vulnerabilidade. É aí que entra a parte interessante da nossa iniciativa: o fundo rotativo.

O agricultor faz um empréstimo do nosso fundo, que pode ser pago em prestações mensais ao longo de dois anos. O seu pagamento retorna ao fundo rotativo e é usado para conceder mais empréstimos a outros agricultores. Dessa forma, o dinheiro está sempre circulando e os benefícios da irrigação por gotejamento ajudam mais e mais pessoas a melhorar sua subsistência. Esse fundo é inicialmente gerenciado pelo Programa de Apoio Rural Aga Khan, mas agora os agricultores estão formando cooperativas para administrá-lo. Essas cooperativas também permitirão que seus membros negociem coletivamente insumos como sementes e fertilizantes.

Trabalho nessa área há dez anos. Vi como esse simples sistema de irrigação pode transformar vidas, ajudando famílias a se alimentar melhor, ter acesso a educação e economizar dinheiro para expandir seus negócios. Como o projeto foi criado para ser difundido, estou confiante de que esse sistema continuará, cada vez mais, a mudar as vidas dos produtores e de suas famílias.”