Lidando com problemas sistêmicos na Índia: Trabalho Infantil

A fotógrafa Sharmistha Dutta, parceira do time global do Instituto C&A, chama atenção para o trabalho forçado e infantil, bem como para a desigualdade de gênero presente na indústria da moda na Índia. Aqui, você vai encontrar histórias incríveis de amor, luta e esperança de pessoas que Sharmistha conheceu ao longo do seu trabalho.

 

A jornada de algumas roupas que usamos começa nos campos de algodão de Madhya Pradesh, na Índia. As sementes dessa matéria-prima são semeadas pelas mãos calosas de crianças, que deveriam estar na escola.

Antes da chegada da estação das monções - fenômeno atmosférico que propicia  fortes chuvas em um período do ano e secas rigorosas em outro -, os campos de algodão passam por atividades intensas, à medida que os agricultores preparam as áreas para as plantações. No principal estado produtor da matéria-prima na Índia, a realidade da maioria dos agricultores é de extrema pobreza e os campos de algodão são lugares de trabalho forçado e infantil excessivo.

Ao invés de irem para a escola, as crianças fazem trabalhos pesados, como preparar e semear o solo, além de levar o gado para pastar. Na vila Nadipura, por exemplo, vivem Rakesh, Mukesh, Seema e Besri - todos com menos de 14 anos de idade.

Comitês de Proteção à Criança (CPCs) e Grupos de Crianças (GCs) foram formados nas vilas para monitorar e impedir o trabalho infantil. Em toda a região, esses grupos e comitês identificam crianças em estado de vulnerabilidade - como Rakesh, Mukesh, Semma e Besri - e educam suas famílias sobre seus direitos e a necessidade de enviá-las para a escola. Eles também conectam as famílias afetadas a diversos planos de seguro social.

As histórias de Rakesh, Mukesh, Semma e Besri nos lembram das vulnerabilidades que os agricultores e suas famílias enfrentam na cadeia de suprimentos. O time global do Instituto C&A trabalha em parceria com a Save The Children e a Mahatma Gandhi Sewa para lidar com essa questão complexa que afeta a indústria da moda. Para ver mais imagens de Sharmistha, visite nosso Instagram.