Você precisa dar acesso à educação para os seus filhos

Sahaya Mary trabalhou no campo desde a infância até três anos atrás, quando começou a trabalhar no setor de fiação de uma fábrica no Sul da Índia. Mãe de quatro, Sahaya sabe da importância de uma boa educação.

"Eu trabalho há três anos no setor de fiação de uma fábrica no Sul da Índia e tenho quatro filhas. A mais velha parou de estudar na 12 ª e se casou. Das outras, uma está na 9 ª série, uma está em 12ª e o outro está na faculdade ", diz Sahaya com orgulho.

"Eu gosto desta fábrica, pois fica perto de casa, horário flexível, pagamento por performance e o chefe é um bom homem. Ele é gentil e ele não se aproveita de nós e nem nós dele", fala rindo. "Ele nunca fica violento e também nos ajuda com nossos problemas fora do trabalho. Eu tenho um pequeno pedaço de terra, mas há poucas chuvas, então o trabalho nesta fabrica é muito importante é um emprego estão disponíveis para todo o ano.

Eu lamento que nunca tenha tido acesso à educação e essa chance não existe mais para mim e agora só posso fazer trabalhos manuais ou na fábrica.

Perdi minha mãe quando eu era criança e meu pai não estava interessado em me mandar para a escola. Então, trabalhei no campo até 3 anos atrás, quando encontrei esta fábrica. É muito melhor trabalhar aqui. Como coolie [trabalhador sem habilidades específicas] ganhava cerca de 30 rupias a 50 rupias por dia. Agora eu ganho até 250 por dia e eu também possuo uma vaca para vender leite.

“Deus tem sido muito bom para mim e me abençoou com a capacidade de alimentar meus filhos e eu mesma. Desejo o mundo para eles. Desejo que todas as crianças possam ter acesso à educação. A educação pode libertar você. Você deve dar acesso à educação para os seus filhos."

Você deve dar acesso à educação aos seus filhos. Minha mãe morreu quando eu era muito jovem e eu tive que trabalhar no campo desde criança”
Sahaya Mary, trabalhadora de fiação no sul da Índia -

As imagens do fotógrafo Ryan Lobo do sul da Índia agora estão sendo exibidas na nova página Instagram do Instituto C&A.

Ryan viajou pelo sul da Índia para retratar as histórias de mulheres que trabalham em fábricas, mulheres que são ex-trabalhadoras de Sumangali [trabalhadores forçados ou servidos em fiação de algodão] e meninas que estão em programas para impedir que entrem em Sumangali.

Ryan é um talentoso contador de histórias, fotógrafo, cineasta e autor. Ele documenta a realidade cotidiana das mulheres com quem trabalhamos no nosso programa de assinatura para erradicar o trabalho forçado.

As imagens são parte de uma série maior que celebra as pessoas por trás da roupa, e as imagens de Ryan iluminam suas complexas realidades tanto no trabalho como em casa. Nos próximos dois meses, o nosso Instagram apresentará o trabalho de cinco fotógrafos diferentes. Ryan é o segundo da série. Suas duas primeiras imagens apresentam a mãe de quatro filhos, Sahaya Mary. 

Você pode encontrar mais fotos e histórias aqui: @instituto_cea