Solucionando problemas na produção de algodão agroecológico

 

Edital seleciona oito propostas que serão aplicadas no campo a partir de março, em parceria com o Instituto C&A.

A World-Transforming Technologies (WTT) divulgou no fim de 2018 os vencedores do edital “Inovação com Sentido para Agricultura Familiar - Desafio Algodão Sustentável”, projeto realizado em parceria com o Instituto C&A e o Esplar - Centro de Pesquisa e Assessoria. O resultado foi positivo, das 40 propostas recebidas, oito iniciativas foram selecionadas. Elas serão implantadas no campo a partir de março deste ano.

O edital foi criado com o objetivo de encontrar soluções para os principais desafios relacionados à agricultura familiar, por meio de inovações sociais e tecnológicas voltadas à produção agroecológica do algodão.

De acordo com a Embrapa Algodão, menos de 0,1% da produção de algodão brasileira é orgânica, isso porque esse tipo de plantio tem como base a agricultura familiar. O Instituto C&A reconhece a importância do trabalho desses pequenos agricultores e agricultoras para uma indústria da moda mais sustentável e, por isso, apoia iniciativas que incentivam esse tipo de plantio.

 

“No Instituto, acreditamos que a ação coletiva é a melhor maneira para alcançarmos uma mudança duradoura na indústria da moda; e estamos muito felizes e confiantes com os projetos vencedores. Entendemos que essas iniciativas irão ajudar na superação de desafios enfrentados pelas famílias no cultivo do algodão agroecológico, além de fortalecer o setor na busca por matérias primas mais sustentáveis”, destaca Luciana Pereira, gerente de Matérias-Primas Sustentáveis do Instituto C&A

O corpo de jurados foi composto por 22 especialistas de empresas de pesquisa, organizações internacionais, ONGs e órgãos governamentais.

As soluções escolhidas vieram de quatro estados do país (São Paulo, Ceará, Minas Gerais e Rio Grande do Sul) e propõem, entre outras coisas, a adaptação de equipamentos já existentes, a criação de novos aparelhos, um sistema de gestão de documentos e registros que auxilie o processo de certificação de pequenos produtores e oficinas sobre novas tecnologias e microgeração de energias renováveis adaptadas ao semiárido.

Para saber mais sobre os Desafios do Algodão Sustentável no Brasil que o projeto visa solucionar acesse o site da iniciativa. A seguir, você encontra a lista de projetos vencedores:

  • Tecnologias Sociais e Energias Renováveis Aplicadas ao Beneficiamento de Milho e Gergelim – por Flávio Luna
  • Simplificação de processos e registros da avaliação da conformidade orgânica na OPAC Crateus – por Laércio Meirelles
  • Moto Roçadeira – por Adriano Rodrigues
  • Enfardadeira de Algodão Manual, Deslintador de Caroço de Algodão, Prensa Hidraulica Pneumatica para oleaginosas e Moinho a
  • Martelo para triturar sementes - por Gilberto Barros
  • Tecnificação do Algodão e de Culturas em Consórcios Agroecológicos Via Colheitadeiras Motorizadas – por Joélcio Carvalho